top of page
  • Foto do escritorBMP Arquitetura

10 Palavras da Arquitetura e Decoração que Você Precisa Saber!

O mundo da arquitetura e da decoração tem um dicionário único. Ele é repleto de expressões e palavras que, na maioria das vezes, só têm seu significado conhecido pelos profissionais do meio. Entretanto, vivemos cercados por esse universo de móveis, objetos e casas, que frequentemente é tema das nossas conversas e discussões. Não seria bom saber usar as palavras certas e reconhecer seu significado ao ouvi-las por ai? Esse post serve justamente para esclarecer o que são alguns termos comuns no mundo do design, seja para te ajudar a ser mais assertivo nas suas buscas, mais claro nas suas descrições ou simplesmente para acrescentar ao seu portfólio de curiosidades e aumentar o seu vocabulário!!


1. Alpendre


É o pedaço de cobertura localizado logo acima da porta para proteger a entrada do sol e da chuva. Pode ser uma extensão do telhado ou pode ser independente, apoiado sobre colunas. Também serve como uma área de transição entre o lado exterior e o interior de um edifício, podendo, inclusive, servir como uma espécie de varanda.



2. Arandela


É um tipo de luminária fixada na parede. Sua luz é geralmente direcionada para cima e para fora, sendo usada principalmente em áreas externas ou para criar efeitos de iluminação. A arandela é uma forma muito antiga de luminária, historicamente usada com velas lâmpadas a óleo.




3. Balaústre


É uma peça ornamental que consiste em um pequeno pilar. Muito usado para decoração em arquitetura, especialmente para suporte de escadas ou corrimãos, sacadas, cercas ou para delimitar e apoiar objetos. Quase sempre aparece em conjunto (balaustrada).



4. Backsplash


É um termo norte americano que serve para designar a área atrás da pia, entre a bancada e os armários superiores, seja na cozinha, banheiro ou área de serviço. Seria algo como a região de respingo desses ambientes. Em geral, é a única parede utilizada com revestimento cerâmico na cultura dos EUA, ao contrário do que acontece no Brasil, onde utilizam-se revestimentos cerâmicos nas áreas molhadas como um todo. É muito utilizada como ponto focal do espaço e pode ser uma boa alternativa para economizar na obra.



5. Boiserie


Boiserie ( pronúncia “boaserrí”) é um tipo de moldura decorativa colocada nas paredes, que pode ser feita de gesso, madeira e até mesmo poliuretano. É um revestimento francês típico do século XVII e XVIII, que confere um ar de elegância e sofisticação clássica aos cômodos.



6. Capitonê


É um efeito decorativo produzido em estofados através da utilização de botões que criam uma conformação geométrica através do afundamento do tecido. Pode ser utilizado em cabeceiras, sofás, poltronas, entre outros. Possui um toque retrô e foi bastante utilizado nas décadas de 50 e 6o.



7. Chaise


Chaise longue ou simplesmente chaise (pronúncia "sheiz") é traduzido do francês como "cadeira longa" e é uma espécie de poltrona em que é possível sentar mantendo as pernas esticadas. Pode ter um ou dois braços nas extremidades e pode ou não ter encosto, além de ser encontrado tanto como elemento individual quanto incorporado a uma das partes do sofá.




8. Dossel


Em arquitetura, dossel pode ser definido como uma armação de madeira ou metal ornamentada, forrada ou não de tecidos e muito encontrada em camas antigas. É o elemento que dá o caráter de "cama de princesa" à mobília e é usado tanto como elemento meramente decorativo quanto para privacidade e proteção contra a umidade e contra insetos.




9. Foyer


Foyer (pronúncia "foi.e") é o nome dado tanto ao salão onde os espectadores aguardam o início de uma apresentação em teatros e edifícios dessa natureza quanto à sala intermediária que leva da entrada da casa ou apartamento aos outros cômodos da residência. Pode ser entendido também como hall, vestíbulo, saguão ou antessala. A palavra vem do francês e pode ser traduzida como passagem, corredor ou entrada.




10. Recamier


É uma peça clássica da decoração e é semelhante ao chaise longe. Apesar disso, possui características específicas como os dois braços curvados em suas extremidades (nas versões mais clássicas) e o fato de ser utilizado especificamente como móvel de apoio e decoração posicionado próximo aos pés da cama.





Texto por: Jéssica Matos para BMP Arquitetura

(imagens coletadas da internet)

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page